sábado, 31 de julho de 2010

Quando a gente é exigente... com a gente!



Meu nome é Lu, e eu sou exigente comigo mesma. Assim, desse jeito meio apresentação do AA, eu confesso que a autocrítica é uma realidade pra mim. Eu não quero um trabalho mais ou menos. Eu quero um trabalho bom. Mas também não é uma situação aguda: não quero um trabalho ótimooooo (claro que adoraria), que seja inesquecível, nada disso. Eu quero de mim um resultado digno. Mas ainda assim sofro por isso, porque às vezes sinto que tenho de fazer um esforço enorme.

Acho que, na última semana, não fiz tudo como deveria fazer. Queria ter dado mais(gente, olha o pensamento... rs), ter feito um produto melhor. Não consegui. Agora, só falta uma semana de um trabalho extra que estou desenvolvendo. Espero a chave de ouro (será que tenho cura?).

Bjs a todos

Lu

Precisa falar mais?

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Resposta bem dada


Tem coisa mais gostosa do que dar uma resposta rápida, na hora certa, pra pessoa certa? Pra mim, não! É delicioso quando as palavras saem da boca da gente como uma flecha, numa ligação direta entre o cérebro e a língua, surpreendendo quem as ouve e até a gente mesmo... E melhor ainda quando não é ofensiva, mas dá o recado do mesmo jeito, até com um "quezinho" de charme. Pra mim, nem sempre foi assim. Já deixei muitas respostas ficarem presas na garganta e depois pensava: "Caramba, por que não disse?? Por que fiquei calada?". Mas a vida é escola, e se tem uma coisa pra que a passagem do tempo serve é isso. Depois dos 30, meu pensamento ficou mais rápido, e minha língua acompanhou essa velocidade. E você, o que pensa a respeito? Solte sua flecha...

Bjs

Lu

domingo, 25 de julho de 2010

Fotos em forma de carimbo



Adoro fotos. E preciso de uma máquina urgentemente!! Mas esta aqui (que não cabe no meu bolso, provavelmente) é um sonho... de infância!!

Bjs

Lu

sábado, 24 de julho de 2010

Mais uma semana... ven-ci-da!


Tô cansadaça, gente! Mas vamo que vamo!

"...sossegue, o amor é isso que você está vendo: hoje beija, amanhã não beija, depois de amanhã é domingo e segunda-feira ninguém sabe o que será..."
(não tem nada a ver com o tema deste post, mas é a vibe e adoro esse poema de Drummond!!)

Bjs a todos!!!

Lu

PS.: Prometo poetizar e desabafar menos e decorar mais por aqui!!

Quando nos encontramos no outro


Sabe aquele tipo de pessoa que se entrega fácil (não entendam mal essa declaração)? Assim sou eu. Não é preciso muito pra me conquistar: faça um elogio*, me ofereça um carinho*, me dê um quitute gostoso, me convide para sair, pisque com um olhar maroto pra mim... Pronto, com você estará o meu coração.

Mas não pense que basta a atitude por si só. Tem que ter aquele algo a mais, aquela sensação que a gente tem no peito e não sabe bem por quê. Mas eu identifico bem quando se trata de uma verdade. Daí vem a explicação do asterisco em palavras deste texto: é preciso haver verdade, sinceridade, espontaneidade. Não adianta forçar carinho. Forçar e carinho não cabem numa mesma frase. Não em uma coerente...

Ser "dada" demais não chega a ser um defeito, mas bom bom também não é. É um tipo de carência. E a gente que é assim sofre. Quando falha o sincerônimo, a queda é grande. Mas cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é, e eu sinto que pessoas como eu se reconhecem quando se encontram. Rola um sentimento que é tão bom, uma vontade de ficar mais, de estender o papo, de rir junto, um sensação de estar em casa... Pena que nem sempre é possível "puxar a cadeira, passar um café e eternizar um dedo de prosa"...

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Perdi, mas ganhei


Hoje eu ganhei um bom dia logo cedinho.

Perdi o horário para fazer unha.

Ganhei uma vaga de estacionamento perto do trabalho.

Perdi um sorriso de um colega que estava triste.

Ganhei um elogio discreto numa reunião...

E perdi uma preocupação que me afligia.

Ganhei um almoço gostoso, seguido de caminhada e conversa.

Perdi a paciência com quem insiste em ser resistente.

Ganhei uma viagem oferecida pelo chefe...

E a perdi um segundo depois, por ainda estar super-mega-ocupada.

Ganhei o apoio de uma amiga.

E perdi tempo com discussões que não são minhas.

Ganhei um sorteio para ir a uma festa.

Perdi tempo demais sendo muito preocupada.

Ganhei doces, no meio do trabalho, com uma gentileza característica.

Perdi um dos doces, porque uma amiga pediu...

Ganhei uma companhia ao dar carona.

E perdi a oportunidade de ir para onde deveria ter ido.

Ganhei um boa noite de gente e bicho que amo.

Perdi a vergonha e liguei tarde para uma amiga.

Ganhei mais do que perdi neste dia, que, como tantos outros, foi cheio de oportunidades que às vezes a gente deixa passar à toa.

terça-feira, 20 de julho de 2010

Vontade


Vontade de mergulhar

De andar com os pés na areia

De sentir o vento bater

De correr

De tomar chuva sem preocupação

De me jogar num abraço sem medo de cair

De ouvir música bem alto

De dançar até cansar (sem cansar)

De ser levada no colo com segurança

De dar uma gargalhada

De ver um sorriso se abrir aos poucos

De dormir tranquila

De viver o sonho

Quem não quer?

4 frases de presente para meus amigos



Meus amigos são minha grande riqueza. Sempre me senti tão feliz em ter amigos, embora nunca fossem tão numerosos. Mas eram sinceros, verdadeiros, companheiros, como todo amigo que se preze. O tempo passa, encontro a maioria deles bem menos do que gostaria, mas ainda levo cada um no meu coração, com todo amor, um carinho único como eles próprios são.

Hoje, deixo meu beijo especialíssimo a Dayse, Raquel e Catarina, que sempre visitam este blog. Amo vocês demais! Aos demais amigos, que não sabem da existência deste espaço tão gostoso na minha vida, lanço meu beijo ao vento e envio minhas orações. E para quem visita esse blog amigo, deixo 4 frases/mensagens sobre essa felicidade que é ser/ter alguém que leve em conta o que é uma amizade real.

1) "Devem-se buscar os amigos como os bons livros, pois a felicidade não está em que sejam muitos, nem mui curiosos, antes em que sejam poucos, bons e bem conhecidos."
Mateo Alemán

3) "O verdadeiro amigo...
Compreenda.
Releve.
Nunca abandone
o verdadeiro amigo.
Ele pode nem estar
ao seu lado agora.
Mas certamente
estará sempre contigo."
Clarice Pacheco

3) "Há quatro espécies de amigos que o são sinceramente: o que ajuda, o que permanece igual na prosperidade e no infortúnio, o que dá um bom conselho e o que tem uma simpatia real por nós."
Digha-Nikaya

4) "Meus amigos são todos assim: metade loucura, outra metade santidade. Escolho-os não pela pele, mas pela pupila, que tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante. Escolho meus amigos pela cara lavada e pela alma exposta. Não quero só o ombro ou o colo, quero também sua maior alegria. Amigo que não ri junto não sabe sofrer junto. Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade. Não quero risos previsíveis nem choros piedosos. Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça. Não quero amigos adultos nem chatos. Quero-os metade infância e outra metade velhice. Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto, e velhos, para que nunca tenham pressa. Tenho amigos para saber quem eu sou, pois vendo-os loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que a normalidade é uma ilusão imbecil e estéril"
Fernando Pessoa

PS.: Sejam sempre amigos verdadeiros. E feliz Dia do Amigo para todos!!

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Derrota


Odeio essa palavra. Mas hoje é assim que me sinto: derrotada. Não me conformo quando luto, luto e luto e não consigo entregar um trabalho decente. Hoje foi o caso.

domingo, 18 de julho de 2010

Ao mestre, com carinho


Desde muito pequena, eu amo literatura. E amo poesia. Eu me lembro como se fosse hoje da capa da Veja com a foto da lápide de Drummond, em 1987. Eu tinha 9 anos e li toda a reportagem. Aquilo tudo me tocou muito e admirei aquele senhor e o que ele tinha a dizer. Apaixonada, tratei de decorar logo "No meio do caminho".

Depois, comecei a me encantar mais e mais pelas palavras. Fazia redações com facilidade, mas escolhendo com cuidado as palavras que colocaria no papel para traduzir os meus sentimentos. Mal sabia que tempos depois as palavras seriam meu ganha-pão, minha fonte de estresse, minha paixão.

E a trabalho fui a Porto Alegre, em 2005. Conheci de perto a casa onde viveu aquele que desbancaria Drummond no meu coração: Mário Quintana. O hotel em que ele passou seus últimos dias (hoje a casa de cultura que leva seu nome - foto abaixo) é a cara dele: charmoso, delicado e ao mesmo triste e bem-humorado.



Queria tanto ter conhecido Quintana e morro de paixão quando meu chefe me conta do encontro inusitado que teve com ele, certa vez. Não tive essa alegria, mas me delicio de vez em sempre com as palavras que o mestre deixou e que me afagam o coração. Eis aqui algumas delas:


"No fim tu hás de ver que as coisas mais leves são as únicas
que o vento não conseguiu levar:
um estribilho antigo
um carinho no momento preciso
o folhear de um livro de poemas
o cheiro que tinha um dia o próprio vento..."

PS1.: Quer ler mais coisas lindas de Quintana? Clique aqui

PS2.: Lá em Poá, não resisti e sentei-me ao lado do Quintana personagem, um boneco de espuma em tamanho natural, que fica na lojinha do hotel.

sábado, 17 de julho de 2010

Outra semana vencida


Êba, outra semana vencida... E que semana!! Mas acaboooooou, a-ca-bou!

PS.: Esta é a 100ª minha postagem.

quinta-feira, 15 de julho de 2010

A resposta


Depois do ombro, da compreensão e da generosidade de um ser humano muito especial, que disse que eu estou no lugar certo (apesar de eu ainda ter minhas dúvidas), eu recebi outra surpresa hoje.

Um colega de trabalho, sabendo que sou uma pessoa de fé, me chamou para mostrar um e-mail com uma mensagem religiosa... "Olha o que recebi, Lu. Este é pra você", ele disse. Eu olhei a tela e fiquei surpreendida com o que li. O título era: "Por que você está no lugar em que você está?".

Deus costuma ser bem eloquente comigo. Ele não manda recado. Fala, grita, canta dentro do meu ouvido. Hoje fez isso. Eu confesso que não estou assim tão convencida (eta, ser desconfiado eu sou!), mas agradeço a Ele - e aos meus amigos - por um carinho tão grande que nem sei se mereço.

Pedido egoísta


Se hoje um gênio exigisse de mim "Faça um pedido, mas um pedido egoísta", eu responderia "Dê-me a certeza do motivo de eu estar aqui". Simples assim.

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Todo seu


Ei!!

Já viu o programa "Todo Seu"? Ah! Eu adoro, gente! Adoro Ronnie Von (#prontofalei!), o jeito com que ele trata seus entrevistados, seus telespectadores... É tão difícil ver gente gentil, e sinceramente essa é uma das características que mais admiro em alguém.

E uma vez por mês a decoração do cenário (sala, cozinha) muda ... Ah! Pra quem não conhece o programa - e tem vontade de conhecer -, vale dizer: passa na TV Gazeta (SP), às 22h15, de segunda a quinta.

Bjs, bjs

Lu

PS.: Os assuntos no "Todo Seu" são variadíssimos. Tanto que até rendeu até Top Five do CQC... Veja aqui

domingo, 11 de julho de 2010

Fast finds


Gentem,

Sou só eu, ou este foi o fim de semana mais rápido dos últimos tempos? Bem, apesar de tudo, o meu foi bem proveitoso. Agora, já espero pelo outro... rs


Bjs a todos. Linda semana, cheia de bênçãos

Lu

PS.: Já comprei as passagens para as minhas fériassssss... Nordeste, aí vou eu!

sábado, 10 de julho de 2010

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Linda mensagem


Bom dia! Boa vida!

· Dê mais às pessoas, MAIS do que elas esperam, e faça com alegria.
· Decore seu poema favorito.
· Não acredite em tudo que você ouve, gaste tudo o que você tem e durma tanto quanto você queira.
· Quando disser "eu te amo" olhe as pessoas nos olhos.
· Acredite em amor à primeira vista.
· Nunca ria dos sonhos de outras pessoas.
· Ame profundamente e com paixão.
· Você pode se machucar, mas é a única forma de viver a vida completamente.
· Em desentendimento, brigue de forma justa, não use palavrões.
· Não julgue as pessoas pelo seus parentes.
· Fale devagar, mas pense com rapidez.
· Quando alguém perguntar algo que você não quer responder, sorria e pergunte: "Por que você quer saber?".
· Lembre-se de que grandes amores e grandes conquistas envolvem riscos.
· Ligue para sua mãe.
· Diga "saúde" quando alguém espirrar.
· Quando você se der conta de que cometeu um erro, tome as atitudes necessárias.
· Quando você perder, não perca a lição.
· Lembre-se dos três Rs: Respeito por si próprio, respeito ao próximo e responsabilidade pelas ações.
· Não deixe uma pequena disputa ferir uma grande amizade.
· Sorria ao atender ao telefone: a pessoa que estiver chamando ouvirá isso em sua voz.
· Case-se com alguém que você goste de conversar. Ao envelhecerem suas aptidões de conversação serão tão importantes quanto qualquer outra.
· Passe mais tempo sozinho.
· Abra seus braços para as mudanças, mas não abra mão de seus valores.
· Lembre-se de que o silêncio, às vezes, é a melhor resposta.
· Leia mais livros e assista menos à TV.
· Viva uma vida boa e honrada. Assim, quando você ficar mais velho e olhar para trás, você poderá aproveitá-la mais uma vez.
· Confie em Deus, mas tranque o carro.
· Uma atmosfera de amor em sua casa é muito importante. Faça tudo que puder para criar um lar tranquilo e com harmonia.
· Em desentendimento com entes queridos, enfoque a situação atual.
· Não fale do passado.
· Leia o que está nas entrelinhas.
· Reparta o seu conhecimento. É uma forma de alcançar a imortalidade.
· Seja gentil com o planeta.
· Reze. Há um poder incomensurável nisso.
· Nunca interrompa enquanto estiver sendo elogiado.
· Cuide da sua própria vida.
· Não confie em alguém que não fecha os olhos enquanto beija.
· Uma vez por ano, vá a algum lugar onde nunca esteve antes.
· Se você ganhar muito dinheiro, coloque-o a serviço de ajudar os outros, enquanto você for vivo. Essa é a maior satisfação de riqueza.
· Lembre-se dee que o melhor relacionamento é aquele em que o amor de um pelo outro é maior do que a necessidade de um pelo outro.
· Julgue seu sucesso pelas coisas que você teve que renunciar para conseguir.
· Lembre-se de que seu caráter é seu destino.
· Usufrua do amor e da culinária com abandono total.
· Só existem dois dias no ano que nada pode ser feito: um se chama ontem, e o outro se chama amanhã. Portanto hoje é o dia certo para amar, acreditar, fazer e principalmente viver.

Fonte:
http://weheartit.com/


PS.: Dizem que o autor da mensagem é Dalai Lama. Mas na internet a questão da autoria é complicada...

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Um novo tempo


Engraçado...

Não sei se são os baques que a vida dá, se sou só eu, se são meus 30 e poucos anos, mas eu me descobri fênix. Morro e renasço de vez em quando. Talvez mais do que deveria, mas ces't la vie.

Agora, estou vivendo mais uma vontade de recomeçar. Não sei explicar bem, talvez fosse preciso contar tanta coisa (e muitas delas tristes...), por isso deixo pra você, que também deve ter passado por poucas e boas, imaginar.

Quero fazer o exercício físico que nunca fiz na vida, quero comer melhor, quero não ter medo de nada, quero viver na minha casa, quero emagrecer, quero ser mais centrada, rezar mais...

Hoje eu recomeço. E não tenho medo disso.

Bjs

Lu

terça-feira, 6 de julho de 2010

Papel de parede e patch


Gentem,

Tudo bem c'ocês? Então, já falei aqui que o verde que te quero verde que eu escolhi pra minha sala não ficou assim... uma brastemp! Queria algo meio retrô, tom pastel, mas pastel fiquei eu, porque o verde (Espuma do mar, pelo menos o nome da cor é lindo, vai!) ficou mais pra quartinho de bebê. Pensei em mudar, mas não queria recomeçar a saga loja de tintas-pincéis-gasto que não tô podendo-falta de paciência e tal.

Depois de ver a revista Minha Casa (a 1ª), vi um rosa (de verde pra rosa, ok, tudo a ver, eu sei!) e até fiquei mais inspirada, mas ainda não tomei coragem de lançar mão de João, pintor amigo de sempre mais uma vez...

Eis que me bate às "ideia" fazer um patchwork de papel de parede. Antes do meu note pifar, eu tinha várias imagens desse tipo, porque tenho mesmo uma alma meio cigana (não posso ver um retalho, ainda mais se for colorido...). Meu sofá é branco, então acho que ficaria legal. Mas será que fica bom mesmo? Cabe isso na sala?

Enfim, deixa tico-e-teco digladiarem mais, e depois eu conto o resultado dessa história... Se tiverem sugestões e dicas, serão bem-vindas!

Bjs, bjs

Lu

PS.: Matéria sobre papel de parede no Casa Claudia.

domingo, 4 de julho de 2010

Preciso pensar mais nisso


Devia ter amado mais
Ter chorado mais
Ter visto o sol nascer
Devia ter arriscado mais e até errado mais
Ter feito o que eu queria fazer
Queria ter aceitado as pessoas como elas são
Cada um sabe a alegria e a dor que traz no coração
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar distraído
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar...
Devia ter complicado menos, trabalhado menos
Ter visto o sol se pôr
Devia ter me importado menos com problemas pequenos
Ter morrido de amor
Queria ter aceitado a vida como ela é
A cada um cabe alegrias e a tristeza que vier
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar distraído?
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar...
Devia ter complicado menos, trabalhado menos
Ter visto o sol se pôr.

sábado, 3 de julho de 2010

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Faltou gana! E que sobre Gana!


Caramba,

Por esta ninguém esperava! Agora sou Gana desde criancinha... E com dedinhos cruzados para que a Alemanha desça o sarrafo nos hermanos amanhã!!

Lu

PS.: Sabe... desconfio seriamente de que esse negócio de Copa é mesmo tudo combinado!

Para (sem acento) tudo!!



Pelamordosmeussobrinhos!!!

O que é esta loja?

É tudo de lindo, é tudo de vintage, é tudo de poá, é de tudo de melhor, minha gente!

As coisas de lá são lin-das, e os preços não são tão caros assim não! E olha que é em euro! Só que, quando a esmola é demais o santo desconfia, tinha de haver algo, digamos, errado: a loja não faz entrega no Brasil (droga, droga, droga!!).

Se alguém tem algo a dizer sobre isso, de preferência desmentir essa informação que obtive lá no site deles, favor falar agora, e seu lugar no céu estará garantido!! Agora, babem (como eu)!


Vamos tomar um chazinho?


Está aqui... é de capim-cidreira!


Pode colocar o saquinho assim, do lado...


E os biscoitos, feitos em casa, estão neste pote...


Fofuras, aliás, porta-mantimentos


Já pensou nesta lindeza cheia de frutas ou... cupcakes?! Uau!!


Que orgulho ao pegar esta bagagem na esteira... já pensou?


E pra porta não bater... owwwnnnn!


Assim eu junto dinheiro!


Dá mais vontade de fazer um bilhetinho!!


Bjs

Lu

PS.: Tem simplesmente tudo o que eu queria nessa loja!! Tudo bem... QUASE tudo!

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Adolescência aos 10


Dia especial para mim e minha família: os 10 anos da minha sobrinha mais velha.

Foi tudo ótimo, maravilhoso, alegre e tudo mais. Só uma coisa me surpreendeu: o fato de, aos 10 anos, minha sobrinha não ter ganhado um brinquedo sequer. Nada: nem boneca, nem acessório de boneca, nem panelinhas, nem jogos, nem nada de brinquedo!

Se bem me lembro, eu aos 10 anos já tinha alguns indícios da pré-adolescência (sempre fui precoce), mas ainda assim brinquei de boneca à beça, falando sozinha e sonhando com o próximo acessório de Barbie, até os 12 anos.

Mais uma vez, disse à minha sobrinha hoje - entre roupas, sapatos, bijuterias, pijamas e até calcinhas e sutiãs recém-ganhados - o quanto é importante ser criança, aproveitar essa fase tão gostosa da vida. Expliquei que maquiagem e tudo aquilo que estava sobre a cama ela terá a vida inteira, após os 18, pra curtir. Entrou pelo ouvido direito saiu pelo esquerdo, tenho certeza, mas não me canso de rezar essa ladainha...

Bjs

Lu

PS.: Se soubesse um pouco mais da vida, teria brincado pelo menos até os 16...